10 Erros Fatais em uma Entrevista de Emprego

fechando

Para conseguir conquistar com sucesso sua vaga de emprego é necessário tomar alguns cuidados, seja ele na hora da entrevista ou nos primeiros dias de serviço. Saiba que tudo isso depende de você, uma palavra dita na hora errada, uma roupa inadequada além de outros fatores, podem sim interferir na sua carreira dentro da empresa ou até mesmo impedir de ingressar na mesma.

E para ajudar a todos, separamos aqui os 10 erros fatais em uma entrevista de emprego, nosso objetivo é mostrar para você, candidato, o que não deve acontecer em uma entrevista de emprego, confira:

1. CHEGAR ATRASADO

Evite atrasos, o candidato que chega atrasado além de demostrar desorganização passa a impressão ao selecionador certo desinteresse pela vaga. O Tempo é um recurso escasso, logo, deve ser bem aproveitado. Caso você, por algum motivo, atrase na entrevista, informe imediatamente o entrevistador. Verifique se é possível passar um candidato na sua frente, ou, se necessário, remarque a entrevista. Se você chegou no horário, mas tem compromisso para mais tarde o ideal é avisar o entrevistador. Jamais faça a entrevista na correria para não se sentir pressionado. Isso pode prejudicar seu desempenho.

2. USAR ROUPAS INFORMAIS DEMAIS

As pessoas hoje em dia estão muito ligadas à moda, principalmente os jovens que procuram sempre vestir uma roupa descolada, andar na moda, não há problemas nisso, desde que seja usada somente em ocasiões informais, jamais deve ser usada em uma ocasião formal, como a da entrevista, isso também não quer dizer que devem todos usar terno e gravata, ou no caso das mulheres, tailer e scarpin, basta somente saber escolher uma roupa adequada para a entrevista, procurar deixar de lado as roupas extravagantes e escolher uma roupa mais “decente” , procure um vestuário de acordo com a empresa, um esporte fino cai muito bem em uma entrevista, lembre-se que o que deve prender a atenção do selecionador é seu conteúdo e não a “embalagem”, portanto jamais vá a uma entrevista de chinelo, regata, roupa decotada, barriga de fora, saia curta ou short.

3. NÃO SABER NADA A RESPEITO DA EMPRESA OU DO SETOR

É muito comum que os candidatos partam para uma entrevista sem ao menos saber sobre a empresa em questão ou sobre o setor que será inserido, quando na verdade deveria saber o máximo possível a respeito. Caso ocorra da empresa de recrutamento não divulgar qual é a companhia que está em busca de candidatos, ela deverá, ao menos, informar sobre o setor. Tem mais chance de sucesso o candidato que sabe se posicionar na entrevista porque domina o assunto trabalho, em detrimento daquele que não se deu ao trabalho de pesquisar mais sobre a empresa em questão.

4. EXPRESSAR-SE MAL, COM GÍRIAS E FRASES SEM SENTIDO

Seja Objetivo, responda somente o que for perguntado e exponha seu ponto de vista somente quando for convidado a fazer isso, e pergunte com tato, detalhes sobre a vaga. O Linguajar é um detalhe importante, dependendo das expressões utilizadas, o discurso mostra certa imaturidade do candidato. O ideal é responder as perguntas com calma, ter tempo para pensar e expor suas ideias com tranquilidade

5.MENTIR SOBRE SUAS QUALIFICAÇÕES

Jamais invente cursos, referências e pequenos sucessos, esse tipo de atitude coloca o candidato numa situação vulnerável porque, caso seja contratado, terá que sustentar essa inverdade por muito tempo. E toda mentira um dia vem a tona. Hora ou outra será descoberto, e o prejuízo será ainda maior. Isso deixará o recrutador descontente duas vezes e poderá resultar em demissão comprometendo, inclusive, futuras recomendações.

6. FALAR MAL DO EMPREGO OU CHEFE ANTERIOR

Mesmo que esteja com raia da empresa ou do chefe antigo, jamais fale mal deles na entrevista, essa atitude é vista com maus olhos por 99,9% dos recrutadores. Uma boa saída é dizer que saiu da empresa por estar em busca de novos desafios profissionais.

7.DISPUTAR ESPAÇO COM ENTREVISTADOR

Para disfarçar o nervosismo muitas pessoas acabam partindo para o ataque, disputando espaço com o recrutador durante a entrevista. O ideal é esperar, escutar e. aí sim, falar suas considerações, sempre com humildade.

8.VANGLORIAR-SE SUAS CONQUISTAS

Na hora de “vender seu peixe” ponha o ego de lado e não em primeiro lugar. Seu discurso não deve estar repleto de “eu fiz”, “eu consegui”, “eu conquistei” e “eu realizei”. Quando você coloca todas as conquistas em primeira pessoa pode soar presunçoso para o entrevistador. . Até porque, na maior parte das empresas, os projetos e as realizações não são fruto do trabalho individual, mas sim, de uma equipe. Na hora de destacar seus feitos, procure valorizar sua participação em um projeto de sucesso implementado por uma equipe, e a partir disso, destaque como foi sua atuação para que ele fosse bem-sucedido. Lembre-se: egocentrismo não é uma característica admirada pelos contratantes.

9.NÃO PERGUNTAR NADA DURANTE A ENTREVISTA

Lembre-se que não é porque você está fazendo uma entrevista que sua participação na conversa deve se limitar a responder o que o entrevistador pergunta. Por timidez ou vergonha muitas pessoas deixam a entrevista com dúvidas, então, deixe de lado sua timidez e procure perguntar e tirar suas dúvidas durante a entrevista, como rotina de trabalho e benefícios, porém isso não significa que você deve se tornar um perguntador chato. Caso ocorra da explicação da vaga não tenha sido suficiente para esclarecer suas dúvidas, pergunte com bastante delicadeza.

10.DEMONSTRAR DESEQUILIBRIO EMOCIONAL

O nervosismo pode atrapalhar, o profissional pode ate ter um perfil adequado para a empresa, mas se deixar a tensão domina-lo no momento em que precisa deixar claro suas qualificações, suas chances podem ir por água abaio. O desequilíbrio emocional demostrado pela insegurança e nervosismo pode dizer ao recrutador que você ainda não está pronto para assumir uma grande responsabilidade. Por isso evite erros como: levar um acompanhante para esperá-lo após a entrevista, inflar seu discurso com comentários negativos ou colocar-se em uma posição de vítima frente adversidades. Se você tem um bom currículo e suas características correspondem ao perfil da vaga, não há motivo para se preocupar.