Category Archives: Dicas

Processos seletivos não param de inovar .

processo-seletivo-programa-treinee

 

Fique por dentro das principais novidades que têm sido incorporadas à contratação de profissionais

        A maneira de as empresas selecionarem candidatos tem mudado muito nos últimos anos, especialmente depois que a internet começou a ser incorporada aos processos de escolha dos profissionais. “As principais inovações que têm acontecido nos processos seletivos estão cada vez mais relacionadas à busca de ferramentas online que possibilitem avaliar comportamentos e valores que garantam aderência ao negócio e à cultura da empresa desde a etapa virtual, e não somente nas etapas presenciais”, afirma Renata Magliocca, gerente de inovação da Cia de Talentos.

Essas ferramentas podem estar em diferentes formatos, como plataformas virtuais, quizzes, games (individuais e em rede), vídeos, testes e inventários. Bradesco, Santander, Fiat e L’oreal, por exemplo, estão entre as empresas que já recorreram ao uso da gameficação para atrair candidatos para seus processos seletivos de estágio e trainee aqui no Brasil. No ano passado, a Tecnisa também exigiu, pela primeira vez, ainda na fase online de seleção, um vídeo dos profissionais em que eles contassem suas histórias.

  •  Caindo na rede – Outra ferramenta bastante usada atualmente são as redes sociais, por meio das quais as organizações podem estabelecer diálogos com os participantes e atrair os jovens talentos. Nesse caso, a empresa pode optar por ingressar em redes já existentes – como LinkedIn, Star Tracker e o próprio Facebook – ou então criar uma rede fechada, específica e exclusiva para os candidatos inscritos em seus programas. Essa técnica, conhecida como brevetagem, permite a troca de informações por textos, vídeos, fotos, fóruns, webcasts ou atividades individuais e coletivas e já foi utilizada em processos seletivos de estagiários e trainees de empresas como Natura, Brasil Foods, HSBC e Votorantim.

Ainda que essas ferramentas sejam frequentemente aplicadas em processos de jovens talentos, ou seja, de vagas que não exigem experiência prévia ou algum conhecimento técnico específico, elas também podem ser utilizadas para a seleção de outros tipos de vaga. “Mas em geral, como grande parte dessas ferramentas tem um custo alto de customização e implementação, às vezes não vale a pena aplicá-las em processos com um volume pouco significativo de participantes”, ressalta Renata.

  •  Novidades reais - Algumas inovações também têm acontecido nas etapas presenciais dos processos seletivos, como observa Caroline Cobiak, coordenadora da área de jovens profissionais da Across. “Atualmente estamos trabalhando na maioria de nossos clientes com o jogo “Trainee na trilha”, que tem como objetivo quebrar as posturas e os comportamentos prontos e tornar o ambiente presencial muito mais dinâmico e alinhado ao comportamento jovem. Segundo Caroline, o jogo traz uma riqueza enorme de detalhes que, alinhados com as competências comportamentais do perfil de trainee de cada empresa, facilita a interação e análise dos candidatos em diferentes momentos. “O bom é que o candidato não percebe que está sendo avaliado e se solta mais, trazendo mais transparência para este momento.”
  •  Problemas e soluções - Outra ferramenta que começou a ser utilizada pela Across no ano passado é a “Análise de problema”. A técnica consiste em apresentar de três ou mais problemáticas sobre o segmento da empresa contratante para que os candidatos identifiquem – a partir do que conhecem da empresa e de sua cultura – quais seriam as quatro ferramentas mais adequadas para resolver aquele determinado problema. “É uma estratégia bem bacana, porque incentiva os candidatos a descobrirem mais sobre a empresa. E já nos adianta, ainda na fase on-line, uma percepção da avaliação analítica desse candidato.”

Na visão de Caroline, como esse tipo de ferramenta não promove comportamentos prontos, é interessante que os candidatos busquem cada vez mais informações sobre a empresa, sua cultura, o perfil de seus funcionários, e também procurem conhecer mais de si mesmos. “Isso proporcionará aos candidatos não só uma base maior para superar os desafios na seleção como também facilitará sua escolha por uma empresa alinhada aos seus valores pessoais.”

Fonte: http://www.clickcarreira.com.br/queroumavaga/2013/2/21/5176/processos-seletivos-nao-param-de-inovar.html

 

10 Erros Fatais em uma Entrevista de Emprego

fechando

Para conseguir conquistar com sucesso sua vaga de emprego é necessário tomar alguns cuidados, seja ele na hora da entrevista ou nos primeiros dias de serviço. Saiba que tudo isso depende de você, uma palavra dita na hora errada, uma roupa inadequada além de outros fatores, podem sim interferir na sua carreira dentro da empresa ou até mesmo impedir de ingressar na mesma.

E para ajudar a todos, separamos aqui os 10 erros fatais em uma entrevista de emprego, nosso objetivo é mostrar para você, candidato, o que não deve acontecer em uma entrevista de emprego, confira:

1. CHEGAR ATRASADO

Evite atrasos, o candidato que chega atrasado além de demostrar desorganização passa a impressão ao selecionador certo desinteresse pela vaga. O Tempo é um recurso escasso, logo, deve ser bem aproveitado. Caso você, por algum motivo, atrase na entrevista, informe imediatamente o entrevistador. Verifique se é possível passar um candidato na sua frente, ou, se necessário, remarque a entrevista. Se você chegou no horário, mas tem compromisso para mais tarde o ideal é avisar o entrevistador. Jamais faça a entrevista na correria para não se sentir pressionado. Isso pode prejudicar seu desempenho.

2. USAR ROUPAS INFORMAIS DEMAIS

As pessoas hoje em dia estão muito ligadas à moda, principalmente os jovens que procuram sempre vestir uma roupa descolada, andar na moda, não há problemas nisso, desde que seja usada somente em ocasiões informais, jamais deve ser usada em uma ocasião formal, como a da entrevista, isso também não quer dizer que devem todos usar terno e gravata, ou no caso das mulheres, tailer e scarpin, basta somente saber escolher uma roupa adequada para a entrevista, procurar deixar de lado as roupas extravagantes e escolher uma roupa mais “decente” , procure um vestuário de acordo com a empresa, um esporte fino cai muito bem em uma entrevista, lembre-se que o que deve prender a atenção do selecionador é seu conteúdo e não a “embalagem”, portanto jamais vá a uma entrevista de chinelo, regata, roupa decotada, barriga de fora, saia curta ou short.

3. NÃO SABER NADA A RESPEITO DA EMPRESA OU DO SETOR

É muito comum que os candidatos partam para uma entrevista sem ao menos saber sobre a empresa em questão ou sobre o setor que será inserido, quando na verdade deveria saber o máximo possível a respeito. Caso ocorra da empresa de recrutamento não divulgar qual é a companhia que está em busca de candidatos, ela deverá, ao menos, informar sobre o setor. Tem mais chance de sucesso o candidato que sabe se posicionar na entrevista porque domina o assunto trabalho, em detrimento daquele que não se deu ao trabalho de pesquisar mais sobre a empresa em questão.

4. EXPRESSAR-SE MAL, COM GÍRIAS E FRASES SEM SENTIDO

Seja Objetivo, responda somente o que for perguntado e exponha seu ponto de vista somente quando for convidado a fazer isso, e pergunte com tato, detalhes sobre a vaga. O Linguajar é um detalhe importante, dependendo das expressões utilizadas, o discurso mostra certa imaturidade do candidato. O ideal é responder as perguntas com calma, ter tempo para pensar e expor suas ideias com tranquilidade

5.MENTIR SOBRE SUAS QUALIFICAÇÕES

Jamais invente cursos, referências e pequenos sucessos, esse tipo de atitude coloca o candidato numa situação vulnerável porque, caso seja contratado, terá que sustentar essa inverdade por muito tempo. E toda mentira um dia vem a tona. Hora ou outra será descoberto, e o prejuízo será ainda maior. Isso deixará o recrutador descontente duas vezes e poderá resultar em demissão comprometendo, inclusive, futuras recomendações.

6. FALAR MAL DO EMPREGO OU CHEFE ANTERIOR

Mesmo que esteja com raia da empresa ou do chefe antigo, jamais fale mal deles na entrevista, essa atitude é vista com maus olhos por 99,9% dos recrutadores. Uma boa saída é dizer que saiu da empresa por estar em busca de novos desafios profissionais.

7.DISPUTAR ESPAÇO COM ENTREVISTADOR

Para disfarçar o nervosismo muitas pessoas acabam partindo para o ataque, disputando espaço com o recrutador durante a entrevista. O ideal é esperar, escutar e. aí sim, falar suas considerações, sempre com humildade.

8.VANGLORIAR-SE SUAS CONQUISTAS

Na hora de “vender seu peixe” ponha o ego de lado e não em primeiro lugar. Seu discurso não deve estar repleto de “eu fiz”, “eu consegui”, “eu conquistei” e “eu realizei”. Quando você coloca todas as conquistas em primeira pessoa pode soar presunçoso para o entrevistador. . Até porque, na maior parte das empresas, os projetos e as realizações não são fruto do trabalho individual, mas sim, de uma equipe. Na hora de destacar seus feitos, procure valorizar sua participação em um projeto de sucesso implementado por uma equipe, e a partir disso, destaque como foi sua atuação para que ele fosse bem-sucedido. Lembre-se: egocentrismo não é uma característica admirada pelos contratantes.

9.NÃO PERGUNTAR NADA DURANTE A ENTREVISTA

Lembre-se que não é porque você está fazendo uma entrevista que sua participação na conversa deve se limitar a responder o que o entrevistador pergunta. Por timidez ou vergonha muitas pessoas deixam a entrevista com dúvidas, então, deixe de lado sua timidez e procure perguntar e tirar suas dúvidas durante a entrevista, como rotina de trabalho e benefícios, porém isso não significa que você deve se tornar um perguntador chato. Caso ocorra da explicação da vaga não tenha sido suficiente para esclarecer suas dúvidas, pergunte com bastante delicadeza.

10.DEMONSTRAR DESEQUILIBRIO EMOCIONAL

O nervosismo pode atrapalhar, o profissional pode ate ter um perfil adequado para a empresa, mas se deixar a tensão domina-lo no momento em que precisa deixar claro suas qualificações, suas chances podem ir por água abaio. O desequilíbrio emocional demostrado pela insegurança e nervosismo pode dizer ao recrutador que você ainda não está pronto para assumir uma grande responsabilidade. Por isso evite erros como: levar um acompanhante para esperá-lo após a entrevista, inflar seu discurso com comentários negativos ou colocar-se em uma posição de vítima frente adversidades. Se você tem um bom currículo e suas características correspondem ao perfil da vaga, não há motivo para se preocupar.

 

Como se Comportar Diante do Selecionador

entrevista

Antigamente era mais fácil conseguir um bom emprego, as empresas eram menos exigentes e bastava somente ter experiência e um bom currículo que a vaga  já era garantida para o candidato, mas hoje em dia as empresas estão mais exigentes na hora de selecionar seus candidatos, tornando assim uma tarefa difícil e mais competitiva a eles. Sabemos que o ideal para conseguir um bom emprego, é necessário que o profissional além de ter um bom currículo com cursos à altura, devem ter também uma boa postura e mostrar a seu selecionador que é capaz de ocupar o cargo proposto.

Ai que surge a dúvida, como devemos nos portar diante do Selecionador?  Simples, abaixo separamos algumas dicas de como fazer isso de uma forma que o ajude a se destacar entre todos os candidatos, confira:

 

  • Seja Objetivo e Focado

Seja direto, responda apenas o necessário e o que for perguntado.

  • Não Diga que seu Defeito é uma Qualidade

O Perfeccionismo é qualidade. Não pense que conseguirá driblar o selecionador. Aponte sim uma dificuldade sua e diga o que está fazendo para saná-la.

  • Olhe nos Olhos

Dar atenção ao receptor é fundamental para que uma relação seja plena. É através do contato visual que o selecionador vai analisar a honestidade, segurança e o interesse do candidato.

  • Fale Corretamente

Hoje ser Fluente em línguas estrangeiras é fundamental para algumas áreas, mas não é exigência. Um Inglês básico com falhas na pronuncia até é aceito, mas falhas no português desclassificam o candidato. Utilize uma linguagem clara e concisa. O selecionador dispensa formalidades.

  • Evite os Autoelogios

Os Autoelogios não são bem-vindos em uma entrevista. Apresente somente suas competências com naturalidade, assim elas já serão reconhecidas.

  • Revele seus casos de sucesso

Contar exemplos de êxito e fracasso é a base da entrevista por competência. Sempre que houver oportunidade insira brevemente em sua fala, projetos desenvolvidos por você nas empresas e seus resultados obtidos.

  •  Tenha Empatia

Se ponha no lugar do selecionador, o objetivo dele  é encontrar um profissional adequado e qualificado para o cargo disponível. Se fosse ele, como conduziria a entrevista.

Perguntas Frequentes em uma Entrevista de Emprego

Business interview

O Mercado de trabalho está bem concorrido, e sabemos que devemos nos preparar para ele. Para isso, mostraremos quais são as perguntas mais feitas durante uma entrevista de emprego com nossas dicas de como se sair bem na hora de responder cada uma, confira.

  •  Perguntas frequentes em uma entrevista

 1.       Fale sobre Si.

Essa pergunta é feita em quase todas as entrevistas de emprego, e para uma da resposta o ideal é que ela seja praticada antes da entrevista lembrando que a mesma deve ser respondida de uma forma sucinta, direta sem se esquecer de valorizar de perfil profissional.

 2.       Qual é seu Objetivo a curto e longo Prazo?

Procure ser específico e tente aproximar de alguma forma seus objetivos aos da própria empresa.

3.       Você é Capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos?

Um “Não” como resposta a essa pergunta pode destruir a hipótese de ser o candidato escolhido, demostre ser capaz de trabalhar por prazos e dê exemplos de situações que já presenciou em trabalhos anteriores.

4.       Dê-nos um motivo para o escolhermos em vez dos outros candidatos

Essa até hoje é considerada uma das perguntas mais complicadas, mas o que se espera é que o candidato saiba “vender” seu produto. Para uma boa resposta você deve focar-se nas suas capacidades e valorizar seu perfil como o mais adequado para a função e a forma como poderá trazer lucros e benefícios para a empresa.

5.       O que Faz no seu Tempo Livre?

Seja sincero, mas, sobretudo lembre-se que seus hobbies e ocupações demostrarão só a sua capacidade de gerir o seu tempo, preocupações como o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.

6.       Quais são as suas maiores qualidades?

Aponte somente características relacionadas com um bom profissional: pro atividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência.

  7.   E pontos negativos/ defeitos?

Obviamente que a resposta não pode ser muito negativa, o truque é responder partindo daquilo que normalmente é considerado uma qualidade, mas agravando-o de forma a parecer um “defeito”. Ou seja, exigente demais, perfeccionista, muito auto-crítico, persistene demais, etc.

8.       Que Avaliação faz da sua ultima (ou atual) experiência profissional?

Nunca se queixe, em hipótese alguma critique a empresa e respectivos colaboradores. Diga sempre algo positivo, ou o ambiente de trabalho produto/serviço da empresa. Se você começar a apontar defeitos da empresa anterior você correrá o risco de o entrevistador achar que o mesmo pode acontecer no futuro relativamente aquela empresa.

9.       Até hoje, quais foram às experiências profissionais que lhe deram maior satisfação?

Seja qual for sua escolha, justifique bem os motivos. Tente mencionar as mais recentes e que sejam mais adequadas aos seus objetivos profissionais.

Como Conquistar Seu Primeiro Emprego

slider_img1

Existe uma preocupação importante para muitos jovens: como conseguir seu primeiro emprego! Por diversos motivos, a maioria deles gostaria, o quanto antes, de entrar no mercado de trabalho. Seja um estudante que precisa ajudar a família ou custear seus estudos, seja um c buscando estágio, seja um recém formado que esta “batalhando” para entrar no mercado e descobre surpreso, que seu suado diploma não é garantia de uma boa colocação profissional. O certo é que neste momento bate aquela insegurança, a falta de confiança, à dúvida e a incerteza de qual o melhor caminho deve seguir para vencer tamanho desafio.

Como fazer para ultrapassar esta barreira? Por onde começar? Como enfrentar uma entrevista de emprego sem tremer? E o currículo, como preencher? O que devo falar quando me perguntarem sobre minha experiência anterior? Demora muito pra conseguir um emprego? Será que vou me adaptar? Estas e muitas outras dúvidas surgem e são absolutamente normais. Vamos ajudá-los a respondê-las a partir de agora.

No curso que ministramos para jovens que buscam o primeiro emprego, percebemos muita aflição, insegurança, falta de orientação, mas, sobretudo grande vontade de iniciar este processo.

Em geral, sugerimos aos candidatos ao primeiro emprego, que busquem começar sua vida profissional em funções mais simples, para poderem adquirir certa experiência profissional, e terem a chance de mostrar seu valor e seu potencial, para em seguida aspirarem a cargos de maior desafio. O processo desta forma fica mais simples e de fácil conquista.

É possível desenvolver um plano básico de marketing pessoal em dez etapas para conquistar seu primeiro emprego. Vamos apresentar o passo a passo de um plano simples, prático e de fácil implantação.

  • Etapa 1 – conhecer o mercado em que pretende atuar.
  • Etapa 2 – elaboração do currículo.
  • Etapa 3 – preparação para a entrevista.
  • Etapa 4 – desenvolvimento de competências comportamentais.
  • Etapa 5 – desenvolvimento de competências técnicas.
  • Etapa 6 – construir uma networking – rede de relacionamentos.
  • Etapa 7 – definir os meios para buscar uma vaga.
  • Etapa 8 – traçar objetivos e metas a serem alcançadas.
  • Etapa 9 – elaborar um planejamento.
  • Etapa 10 – iniciar a execução do plano.

Agora só me resta torcer para que todos vocês possam conseguir rápido um ótimo emprego. Boa sorte!

 

Tire suas duvidas sobre Trabalho Temporário

operario-maquina

Estamos no final de ano e mais uma temporada de empregos temporários  está aberta. Em datas comemorativas, como as que estamos agora, Natal, Ano Novo, Páscoa, Dia das Mães, é comum as empresas aumentarem o número do quadro de funcionários, para conseguirem dar conta da demanda de produção.

Mas o que é trabalho temporário?

Segurado pela Lei 6019/74, a pessoa que deseja trabalhar como temporário é contratada por uma Empresa de Trabalho Temporáriopara suprir as deficiências transitórias de substituição de trabalhadores regulares e fixos ou o aumento demasiado de serviços em outras empresas.

Exemplo de substituição de trabalhadores regulares e fixos: Substituições de férias, Licenças-maternidade, Licenças-saúde, Funcionários em treinamento e outros.

Exemplo de aumento demasiado de serviços: aumento sazonais de vendas, como Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Natal, Atendimento de pedidos acima da normalidade, Picos de digitação de dados, Conferências e conciliações contábeis para fechamento de balanço anual e outros.

Mas, nem todas as pessoas sabem ao certo quais os direitos e deveres dos trabalhadores temporários, o que eles podem receber e o que a empresa não precisa pagar.

Segue abaixo alguns dos direitos e deveres de empregadores e trabalhadores temporários:

“Registro CTPS, Prazo, Salário, 13º salário, Férias Proporcionais acrescidas de 1/3, Jornada de trabalho reduzida de acordo com a atividade, Adicional de horas extras, Jornada noturna reduzida, Adicional por Trabalho Noturno, Seguro contra acidente, Vinculação à Previdência Social, Vale transporte, FGTS, Liberação do TRCT para saque do FGTS, Licença Maternidade e Descanso Semanal Remunerado.”

Saiba aqui quais as áreas com maior destaque no mercado de Trabalho brasileiro.

06

Os estrangeiros têm visto o Brasil como um novo lugar para se investir devido ao crescimento e estabilidade da economia. A consequência deste olhar se materializa nas apostas aqui no país e isto faz com que, naturalmente, as ofertas de empregos aumentem em várias regiões do país. Nesse meio tempo, algumas áreas passam a ser mais concorridas entre muitos candidatos (os mais qualificados) que sempre estão em busca de uma melhor colocação no mercado de trabalho. Contudo, não são facilmente preenchidas, pois exigem sempre o melhor preparo entre os profissionais, o que nem sempre é simples de ser encontrado.
Algumas áreas do mercado de trabalho estão entre as mais desejadas por apresentarem um maior destaque aqui no Brasil. Isto tem ocorrido em virtude de todo o aquecimento do mercado e os eventos que acontecerão no país. Por isto, o objetivo deste artigo é orientá-lo acerca das áreas mais procuradas e que apresentam grande destaque no atual mercado de trabalho brasileiro.

*Contador – Um contador sempre terá bons salários. Este é um tipo de emprego que poderá garantir à você um bom retorno financeiro, visto que, muitas pessoas e empresas necessitam constantemente deste profissional. Conhecer as leis tributárias e saber sobre todas as normas IFRS faz toda a diferença na hora de concorrer a uma vaga de contador em uma empresa. Salientamos que os candidatos que sabem falar inglês fluentemente possuem ainda maior chance neste mercado visto que muitas empresas lidam com diversos tipos de clientes e boa parte delas possuem investimentos fora do país ou parcerias com estrangeiros.

*Logística  – Esta é uma área bastante promissora, mas, que ainda carece de bons profissionais que possuam capacidade para contribuir com as empresas. Este é um seguimento que nos próximos anos terá ainda mais mercado visto às necessidades e oportunidades que irão surgir devido a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

*Engenheiro Civil – Uma área em constante crescimento no país é o setor da construção civil. Ela sempre abre novas vagas todos os dias em todo o país. Por isso, há uma enorme necessidade de engenheiros qualificados e com experiência para gerir tantas obras e, inclusive, a Copa do Mundo e as Olimpíadas que serão realizadas nos próximos anos, aqui no Brasil, e que irão precisar de muitos engenheiros, pois, além das construções de estádios de futebol, muitas obras serão realizadas nas cidades e em diversos prédios que serão construídos.

*Gerentes de Projeto – Nos últimos anos, certamente a tecnologia da informação dará um grande salto. Com o país entrando de vez na era digital, os profissionais de TI (Tecnologia da Informação) terão muitas vagas garantidas visto que inúmeras empresas precisarão instalar e implantar novos sistemas para tornar os controles de gestão cada vez mais eficientes. Isto fará com que o mercado continue em pleno crescimento nos anos que se seguem.

*Profissional de sustentabilidade – Nos últimos anos, as pessoas passaram a enxergar o tema Sustentabilidade com maior atenção e cuidado. Consequentemente, o mercado de trabalho deste setor aumentou consideravelmente. Contudo, as pessoas que atuarem como consultores nesta área, deverão contribuir com ideias e atitudes inovadoras para a sustentabilidade. Sem esquecer que, é preciso apresentar variadas estratégias para auxiliar as empresas na adoção de práticas cada vez mais sustentáveis.

Pronto. Agora é a hora de refletir e escolher qual a área que se encaixa melhor em seu perfil! O mercado de trabalho está a sua espera.

Mudanças no trabalho? Veja as nossas dicas, e aprenda como se conciliar.

070

Toda e qualquer mudança em nossa vida pode trazer alguns benefícios como também males. As mudanças muitas vezes nos pegam de surpresa, o que pode dificultar todo o processo de adaptação para uma nova etapa da vida. Bem sabemos que enfrentar o novo nem sempre é visto com bons olhos. Muitas vezes, gera desgaste, impactos negativos e certa resistência.

No ambiente de trabalho  este processo de mudança não é diferente. Nele, alguns pontos podem fazer toda a diferença na hora de assumir uma nova responsabilidade. Geralmente, a alteração de função ocorre quando as coisas estão caminhando bem, não é verdade? Elas sempre surgem quando você está cumprindo metas, está apresentando um bom desempenho ou quem sabe está correspondendo às normas e as expectativas da organização.

Um funcionário que visa o seu crescimento profissional dentro da empresa, deve obrigatoriamente sentir-se e estar preparado para qualquer alteração que possa ser feita nos setores da organização. Para que ele não fique enrolado e sem saber como proceder caso seja promovido, é preciso que esteja bem integrado, é necessário conhecer bem a empresa, suas metas, metodologias de trabalho, visão, valores e objetivos. É claro que um funcionário não irá ter um entendimento em 100% de todas as áreas de atuação da empresa, mas um bom profissional sempre procura estar apto a ingressar em novas funções.

Para que tudo ocorra conforme seus planos, é necessário também que o profissional esteja ciente de suas novas metas e de que as cobranças serão maiores que as anteriores. Para isto, é fundamental ter um bom relacionamento entre os colaboradores. Assumir novas funções requer toda uma habilidade técnica, conceitual e humana. Desta maneira, é possível se sair muito bem na nova colocação.

Já ficou comprovado através de pesquisas que a promoção de um colaborador pode ser vista como ponto positivo até mesmo para quem concorre à mesma vaga (isto se de fato houver um relacionamento saudável no ambiente de trabalho). Fatores como bom comportamento, relacionamento harmonioso e desempenho qualificado são os principais requisitos que levam uma pessoa à mudança de função.

Agora, é preciso considerar também a mudança de função para um cargo não desejado. Caso isto ocorra, calma! É importante que você mantenha o equilíbrio para desempenhar bem a nova função. A rejeição ao novo cargo pode gerar não um problema em si, mas um mal estar entre você e a empresa. Contudo, da mesma forma que se deve estar preparado para uma promoção, um funcionário esclarecido também deve estar apto para o “pior” no sentido de que isto pode ser apenas um teste da empresa para que futuramente o mesmo seja elevado a um cargo de alta confiança.

O mercado de trabalho está bastante aquecido com o crescimento da economia  do país. Por isto, as oportunidades que surgem devem ser abraçadas e desempenhadas com responsabilidade. Tomando estes cuidados e ficando sempre atento a estas e outras dicas certamente a promoção proporcionará bem mais benefícios e satisfação que problemas e insatisfações.